China: novas oportunidades, novos desafios

Ao longo de uma década, as diferenças da abordagem de empresas portuguesas ao mercado chinês são notórias. O consultor especialista em negócio internacional retrata um país asiático com maturidade de negócio, maior abertura a produtos portugueses de qualidade e com uma nova mentalidade de consumo. 

China: novas oportunidades, novos desafios 
O crescimento da China está a entrar numa nova fase em que o capital de risco (Venture Capital) investe fortemente em novos projectos. Assim é que os grandes investidores têm concentrado o seu interesse na área das telecomunicações, não descurando o potencial do comércio tradicional. 

As empresas portuguesas, sobretudo as PME’s que se apresentam no mercado com uma estratégia flexível, inovadora e produtos de qualidade serão capazes de atrair os grandes players chineses. 

Tendo em conta as recentes alterações no estilo de vida e na mentalidade de uma classe média cada vez mais emergente, os sectores agroalimentar, decoração de interiores e iluminação de luxo estão na ordem do dia. Os consumidores chineses começam, por outro lado, a optar por bens e serviços de qualidade, relacionados com a saúde, bem-estar, produtos naturais e biológicos. 

Regra geral, os distribuidores locais procuram produtos de marcas internacionalmente reconhecidas. Faça o seu trabalho de casa. Consolide a sua marca nos mercados europeus e norte-americano. 

Uma das melhores dicas para principiantes no mercado chinês é a persistência. Desengane-se se pensa que os interlocutores chineses tomarão uma decisão sem que visite o mercado, reúna presencialmente ou participe numa feira. 

Uma boa forma de maximizar o seu investimento no mercado chinês poderá passar pela participação numa missão sectorial constituída, idealmente, por empresas complementares. Deste modo, poderá abordar o mercado com maiores possibilidades de mostrar o seu produto ou serviço e mais facilmente chegar à fala com os elementos decisores no seio das estruturas dos seus potenciais clientes ou parceiros. 

Para que o seu investimento não se transforme num custo, é imperativo garantir um seguimento planeado dos contactos realizados. Deve ter em mente que o domínio da língua e da cultura negocial são cruciais, pelo que se recomenda um apoio local regular, constante e eficaz.

Wu Bin – Consultor Market Access China

Partilhe este artigo

Copiar link para a área de transferência

Copiar